Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

A natureza a falar - Solo

Mäyjo, 21.03.17

«Eu sou o Solo.
Estou nas colinas, nos vales,
Nos campos, nos pomares.
Sem mim, os humanos não existiriam.
Mas tratas-me como sujeira.
Sabes que sou apenas uma pele fina neste planeta?
E que estou vivo?
Cheio de organismos que fazem crescer os teus alimentos?
Mas estou débil, seco, sobreusado, doente,
Por tua causa.
Fizeste-me definhar
Para menos de metade do que eu era apenas há cem anos.
Está a prestar atenção?
Estou a transformar-me em poeira.
Portanto, talvez me possas tratar com um pouco mais de respeito.
Suponho que queiras continuar a comer,
Certo?»


Um vídeo de Conservation International com locução de Edward Norton.

2015 - Ano Internacional dos Solos

Mäyjo, 12.12.15

2015 foi o Ano Internacional dos Solos

 
 

O solo, a camada superficial da crosta terrestre, é o suporte da paisagem, das atividades humanas e de grande parte da vida na Terra. É constituído por partículas minerais, matéria orgânica, água, ar e organismos vivos, formando um habitat de enorme biodiversidade e um reservatório de nutrientes. Um grama de solo em boas condições pode conter 600 milhões de bactérias de 20 mil espécies diferentes.
 
O solo é um meio vivo e dinâmico que sustenta a vida terrestre e as atividades humanas. Não é um recurso renovável, pois são precisos séculos para se formar 1 cm de camada de solo. Mas um mau uso pode fazê-lo desaparecer em poucos anos. E o solo está a diminuir e mesmo desaparecer em muitos pontos do globo.
 
 
As atividades humanas são as principais responsáveis pela degradação do solo. Alguns dos tipos de degradação contribuem para o desaparecimento do solo de forma gradual – erosão, ou rápida - deslizamentos de terras e impermeabilização, enquanto outros deterioram a sua qualidade - perda de matéria orgânica, perda de biodiversidade, salinização, compactação e contaminação.

Práticas agrícolas, florestais e industriais inadequadas e a expansão urbana, provocam ou agravam a degradação do solo, com implicações negativas na qualidade da água e do ar, na biodiversidade, nas alterações climáticas, na saúde, na economia e na capacidade das populações produzirem os seus próprios alimentos. 
 
É tempo de prestarmos atenção a este suporte de vida a que chamamos "recurso".
 
Aprenda sobre o papel importante do solo e ajude a protegê-lo.